terça-feira, abril 03, 2007

IDE para usar com o MySQL, SQL Server, Access e Oracle :P


Esta semana estava procurando uma interface gráfica para
trabalhar com o MySQL. A muito tempo atrás eu usava uma da
própria MySQL AB, mas ela pecava em vários aspectos.
Então em uma busca rápida pela internet descobri que a mais
nova versão do Oracle SQL Developer, que eu já usava para
bases Oracle, tem suporte a conexões com o MySQL, SQL Server
e o Access. Além de ser uma ferramenta totalmente desenvol-
vida em Java e blablablabla e de graça!

Estou usando a ferramenta a poucos dias mas já estou encan-
tado. Muito boa mesmo, recomendo para usar com o MySQL.



Essa é a tela principal da ferramenta: Aqui do lado esquerdo
tem as conexões criadas e configuradas, quando se expande
a árvore pode se ver as bases, tabelas, funções, gatilhos,
etc... Inclusive quando se seleciona uma tabela de imediato
aparece seus campos na tela.

Podesse navegar para a aba data e ver todos os registros
da tabala, selecionar uma função por exemplo e ver seu código
fonte, etc...







Agora para criar uma conexão com o MySQL você precisa ter o
JDBC (o drive para conexão a bancos de dados usado por
aplicativos Java) que pode ser baixado no site da MySQL AB
com o nome de connector J.

Para registrar esse drive no SQL Developer vá em
tool\preferences... e vá na opção Third Party JDBC Drives.
Aponte para o arquivo .jar (por exemplo,
mysql-connector-java-5.0.4-bin.jar). Agora é só criar uma
conexão como nos passos abaixo:



1) Vá em File\New
2) Escolha Database Connection



3) Na tela de configuração:
a) Informe um nome para a sua conexão, no meu caso Conexão
de Teste;
b) Informe o usuário e senha que irá conectar, pode ser
root;
c) Nas abas abaixo escolha MySQL;
d) Hostname e Port devem vir preenchidos com o padrão da
sua máquina, algo como localhost e 3306;
e) Clique em Choose Database para carregar na lista ao
lado o nome das bases de dados que você tem criadas;
PS: Se aparecerem as as bases na lista a conexão está
ok, o drive está funcionando.
f) Para testar a conexão você pode clicar no botão Test e
checar a mensagem ao lado:



Agora na arvore a esquerda aparecerá sua conexão, expan-
dindo-a você verá todos os objetos dela e pode submeter
comandos SQL como no exemplo abaixo (para executar o comando
precione F9 ou clique na seta verde acima do prompt):





Té mais pessoal, e em breve vou postar uns exemplos de
Java, pois o sistema que mencionei que faria para uma
academia e tal será em Java :D .

3 comentários:

asclows disse...

Esta integração com múltiplos bancos promete, motivado por este post fui rapidamente atualizar meu SQL Developer para versão atual afim de utilizar o recurso e ao criar uma conexão com MySQL me deparei com o básico do básico.

O IDE fornece apenas visualização dos registros de uma tabela, não permite pré-selecionar uma base de dados e disponibiliza um editor SQL para execução de consultas.

Em resumo, encaro esta integração como algo promissor, mas no presente momento não chega a ser algo que venha a substituir outra IDE que você já esteja utilizando.

Vamos ficar de olho a ferramenta tem futuro!

Jean Michel disse...

Não entendi seu post direito... o que a IDE não disponibiliza???

Vc pode fazer consultas no editor, pode selecionar os dados clicando nas tabelas e pode quando cria uma conexão dizer que ela deve ir direto para uma base e não pra MySQL direto... a única coisa que eu sinto falta é poder atualizar registros vindos na grid com os resultados... isso seria de um grande valor... :D

Abraço

asclows disse...

Jean, gostei de seu post, apenas faço menção ao fato de a integração estar em estágio inicial por não apresentar recursos de GERENCIAMENTO das bases de dados como: Mysql, MsSQL e MSAccess.

Praticamente o SQL Developer com as integrações atuais disponibiliza somente um meio para envio de consultas e visualização de seus resultados.

Se compararmos ao mais utilizado gerenciador para mysql, o PhpMyAdmin, podemos claramente ver o que está faltando.

Mas não descarto de modo algum que a Oracle venha a desenvolver esta integração de forma que venha a atrair a atenção da maioria dos desenvolvedores.

Então como disse nos post anteriores, a integração promete!